limpeza de pele profunda

Limpeza de pele profunda: como é feita e quanto custa?

Tão importante quanto manter uma rotina de cuidados com a pele, fazer uma limpeza de pele profunda também é capaz de reerguer a saúde da pele e de trazer uma série de benefícios.

Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre a limpeza de pele profunda, como é feita, seus benefícios e quanto custa:

O que é uma limpeza de pele profunda?

A limpeza de pele profunda é um tratamento de estética facial capaz de proporcionar uma série de benefícios para a saúde e a aparência da pele. Isso graças a sua ação aprofundada, que pode tratar desde peles oleosas, mistas a acneicas.

Esse tratamento feito em consultório tem como principal objetivo remover os chamados “comedões”, que são cravos abertos ou fechados que comprometem significativamente a autoestima do paciente.

A limpeza de pele profunda é indicada para todos os tipos de pele, contudo, a periodicidade a qual é indicada é variável. Dessa forma, são vários os benefícios desse tipo de limpeza de pele, que vão desde o tratamento da oleosidade, a prevenção de cravos e espinhas e a prevenção de lesões inflamatórias ou não inflamatórias.

Por fim, a limpeza de pele profunda é uma higiene facial mais aprofundada e completa do que a tradicional, sendo a indicada para pessoas que não aderem aos cuidados cotidianos necessários com a pele e possuem uma aparência mais comprometida.

Os profissionais que podem realizar o procedimento são dermatologistas e esteticistas, segundo o conselho de cada profissão.

Essa limpeza pode ser feita em qualquer fase da vida, e uma vez que as sessões começam ainda na puberdade, há o controle da oleosidade e de suas consequências já no início.

benefícios da limpeza de pele profunda

Quais são os principais benefícios da limpeza de pele profunda?

Como dito, a limpeza de pele profunda é capaz de trazer uma série de vantagens que vão muito além da estética, mas também a saúde e a qualidade de vida do paciente.

É por meio de uma sessão desse procedimento que é possível se beneficiar por uma higienização mais bem-feita da região, que é capaz de remover não só sinais mais superficiais da acne, mas também os que estão mais abaixo da pele. Consequentemente, afinando a camada córnea.

Outro benefício da técnica é que a remoção de cravos e espinhas não deixa marcas na pele e é feita com bastante cuidado. Além disso, por meio da limpeza há a prevenção de lesões inflamatórias, a renovação das células mortas e a melhora da circulação sanguínea do local.

Além dessas vantagens imediatas, o procedimento permite que após a sua realização, os princípios ativos de dermocosméticos e produtos de limpeza sejam absorvidos com maior facilidade.

Dessa forma, os benefícios da limpeza de pele profunda são:

  • Controle da oleosidade;
  • Desobstrução de poros;
  • Remoção de comedões e acnes;
  • Remoção de células mortas;
  • Aumento da oxigenação da pele;
  • Maior nutrição da pele;
  • Remoção de comedões (cravos), acnes (espinhas) e miliuns (pequenos cistos esbranquiçados);
  • Prevenção de cravos e espinhas;
  • Equilíbrio da renovação celular;
  • Otimização da ação de dermocosméticos;
  • Melhora da textura e aparência da pele;
  • Afinamento da superfície da pele.

Como é feita a limpeza de pele profunda?

Assim como a limpeza de pele tradicional, a profunda também é um procedimento base para demais tratamentos estéticos, uma vez que é responsável por remover as impurezas e secreções da face.

A sessão é dividida em etapas, são elas: higienização, vaporização (dilatação dos poros), esfoliação, amolecimento por máscara, extração, cicatrização, adstringência da pele, acalmamento e tratamento de pele, hidratação e por fim, o uso de filtro solar.

Todas as fases da limpeza profunda são essenciais para o bom resultado, sendo a higiene feita para a remoção da oleosidade, a esfoliação para a retirada das células mortas, amolecimento para facilitar a extração.

A extração é feita de forma manual com uma gaze umedecida com solução antisséptica, podendo ter a ajuda de alguns equipamentos específicos como sugadores e certos tipos de agulha. Isso com movimentos suaves e buscando evitar lesionar a pele.

A remoção de certos comedões e miliuns pode necessitar do auxílio de algum equipamento, porém, o item deve ser esterilizado corretamente para evitar infecções, manchas e cicatrizes. Vale ressaltar que enquanto os comedões é formado pela obstrução de poros pelo acúmulo de sebo, o milium aparece na superfície da pele, sendo extraído de forma com mais facilidade.

A cicatrização da pele geralmente é feita pela utilização de um aparelho de alta frequência, e os demais processos reforçam essa função assim como atuam clareando a pele, controlando a oleosidade, acalmando e protegendo.

É importante considerar a capacitação do profissional e a adoção de produtos de qualidade, que fazem com que o tratamento consiga resultados satisfatórios.

Por fim, vale considerar que não é todo tipo de lesão que o especialista pode remover, uma vez que dependendo do grau da espinha e de sua inflamação, pode aparecer marcas no rosto pela sua extração.

Limpeza de pele profunda

Qual a frequência de uma limpeza de pele profunda?

Tal como a limpeza de pele superficial, a profunda, considerando todos os seus benefícios, deve ser feita com certa frequência.

Para pessoas com peles oleosas e acneicas, a indicação é que esse procedimento seja feita em uma periodicidade mais frequente, sendo de 30 a 60 dias, uma vez que são mais suscetíveis ao aparecimento de novos cravos e espinhas, e a produção do sebo ser mais acentuada.

Quanto às peles secas e normais, o recomendado pelos profissionais é que a frequência seja de 30 a 90 dias, isso dependendo da avaliação prévia feita pelo profissional. Nesses casos, a limpeza profunda atua na renovação celular e diminuição das células mortas.

Já a respeito de peles sensíveis, a realização do procedimento e a periodicidade vai depender da avaliação da pele pelo profissional, já que há risco de aumento da sensibilidade e da irritação da pele.

Contraindicações?

Antes de se submeter a uma limpeza de pele profunda, o paciente deve se atentar também quanto às contraindicações.

Primeiramente, é importante considerar que esse tipo de tratamento deve ser realizado restritamente no consultório de estética, não podendo ser feito em casa pela complexidade do processo. Por isso, para evitar a incidência de riscos e complicações deve-se recorrer a um profissional capacitado.

Caso feita nas circunstâncias erradas, a limpeza profunda pode trazer riscos como manchas, cicatrizes e infecção na pele.

Pessoas com pele sensível não tendem a ser contraindicadas, contudo, o dermatologista ou esteticista devem tomar alguns cuidados e restrições durante o processo.

Entre demais contraindicações do procedimento estão:

  • Pessoas com espinhas inflamadas e amareladas – já que a inflamação pode agravar e causar manchas;
  • Pessoas com alergia a algum componente utilizado no tratamento;
  • Casos de descamação da pele;
  • Rosácea;
  • Pessoas com pele bronzeada – pode causar o aparecimento de manchas escuras;
  • Pacientes que estejam passando por procedimentos com ácido – como peeling químico.

Nesses casos, ao invés de recorrer ao procedimento, o dermatologista irá encaminhar o paciente para um tratamento com remédios e produtos específicos, que terão mais eficácia.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, grávidas podem se submeter tranquilamente a uma limpeza de pele profunda, ajudando a controlar as manchas da pele decorrentes das alterações hormonais.

Nesse caso, para que a pele não seja comprometida, o profissional pode trocar dermocosméticos com álcool, com ativos irritativos e parabenos por outros tipos de produtos menos abrasivos.

limpeza de pele profunda antes e depois

Como cuidar da pele antes e depois da limpeza profunda?

Para manter os benefícios da limpeza de consultório, o paciente deve aderir cuidados diários para com a pele.

Nas primeiras 48 horas, é comum que o profissional oriente que o paciente não fique exposto ao sol e não use cremes oleosos e produtos ácidos, já que a pele ainda vai está sensível. O uso de maquiagem dentro desse período também não é recomendado.

Além disso, o paciente deve optar por usar produtos com propriedades cicatrizantes e calmantes, e por passar água termal e protetor solar para proteger a pele de manchas e queimaduras.

Em casos de melasma, é importante considerar que limpeza de pele profunda não trás um bom resultado sozinho, devendo a técnica estar associada a outro procedimento específico para manchas, como o peeling de cristal e o peeling de diamante.

É comum que após a sessão da limpeza a pele fique mais sensível e irritada, podendo gerar incômodo e aparência avermelhada. No entanto, esses sintomas tendem a desaparecer com o tempo, não necessitando de cuidados específicos.

Quanto custa a limpeza de pele profunda?

O preço da limpeza de pele profunda tende a variar quanto ao número de sessões, quanto às necessidades do paciente e quanto à escolha da clínica e profissional.

Aqui na Hamonir, você tem acesso aos benefícios da limpeza profunda por um preço acessível e que cabe no seu bolso, sendo 12x de R$12,50 sem juros no Cartão.

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *