tratamento para olheiras

Tratamento para olheiras: quais os melhores procedimentos?

Para quem sofre com olheiras elimina-las com o tratamento para olheiras é quase um sonho, porém que pode se tornar realidade.

As olheiras são uma das principais “imperfeições” na pele, sendo uma das motivações da queda da autoestima.

São sinais bem comuns e que fazem com que muitas mulheres recorram às clínicas de estética para a sua remoção.

Diante isso, conheça tudo o que você precisa saber sobre o tratamento para olheiras, como funciona, benefícios e preço:

O que são olheiras?

As olheiras são áreas hiperpigmentadas e profundas que se formam ao redor dos olhos. Podem apresentar coloração azulada, amarronzada ou avermelhada, dependendo do tipo e tom da pele.

Normalmente, a formação das olheiras está associada a grande concentração ou devido ao alargamento de vasos sanguíneos ou melanina na região.

Essas manchas podem ser classificadas de diferentes formas, quanto às suas causas e fatores de risco, podendo variar quanto ao tratamento de estética facial mais indicado.

Entre as principais causas das olheiras estão exposição excessiva ao sol, hereditariedade, remédios, alergias, asma, estresse, insônia, cansaço, carência nutricional, gravidez, menstruação, eczemas e até mesmo a idade avançada, pelo aparecimento de rugas e pelo acúmulo de bolsas de gordura.

Outra causa comum das olheiras podem surgir por conta de uma goteira lacrimal profunda, fazendo com que com o tempo surja um sulco na região abaixo dos olhos, levando ao aparecimento das olheiras.

Com o aparecimento das olheiras, a face passa a apresentar um aspecto mais cansado, fazendo com que isso comprometa a aparência e autoestima, fazendo com que ela recorra a tratamentos específicos para a sua remoção.

O que causa olheiras?

O aparecimento das olheiras pode estar associado a uma série de fatores, considerando que essa alteração é ainda mais comum em pessoas de pele e olhos escuros, atingindo homens e mulheres de todas as idades.

Entre as principais causas estão:

  • Fatores genéticos;
  • Hábito de coçar (fricção);
  • Sono e noites mal dormidas;
  • Envelhecimento da pele;
  • Hidratação;
  • Redução de colágeno;
  • Exposição ao sol;
  • Ingestão de bebidas alcóolicas;
  • Alergias;
  • Alterações na circulação sanguínea;
  • Certos medicamentos;
  • Alterações hormonais;
  • Falta de cuidado com os olhos e uso de cosméticos específicos.

Quais são os tipos de olheiras?

Como dito, as olheiras podem ser classificadas de acordo com as suas particulares, e é dependendo de suas características, que o profissional responsável será capaz de selecionar qual a abordagem mais indicada.

Os tipos de olheiras são:

Olheira pigmentar

Tem como causa o excesso de melanina na pele, pigmento por trás da coloração do tecido da pele. Normalmente, esse tipo possui uma cor amarronzada e tende a aparecer em pessoas com fototipo alto, que possuem tendência genética ou apresentem rinite alérgica. Tem como principais fatores de risco a exposição ao sol e as alterações hormonais.

Olheira estrutural

É o tipo de olheira resultante da presença da goteira lacrimal profunda, ou ainda da falta do tecido localizado abaixo dos olhos. Sua profundidade gera uma “sombra” que piora ainda mais a olheira. Dessa forma, o músculo abaixo da pele fica perceptível pela transparência da camada superficial fina.

A causa da olheira estrutural também pode ser justificada pela ausência da camada adiposa (gordura) e de ácido hialurônico na região. O formato do rosto é outra possível motivação.

Olheira vascular

Nesse caso, a causa é o depósito de hemossiderina ou devido ao aumento de vasos sanguíneos ao redor dos olhos. Esse tipo de olheira pode ser facilmente percebido pela sua coloração que pode ser azulada, arroxeada ou avermelhada por conta da coloração do pigmento sanguíneo.

Outra motivação é a incidência de um fluxo lento de líquidos embaixo dos olhos.

Tem como motivações mais comuns uma noite de sono ruim, fadiga e hábito de coçar os olhos constantemente. Quanto aos seus fatores de risco envolvem tabagismo, dieta alimentar rica em sal e casos de rinite alérgica.

Olheira mista

As olheiras mistas, por sua vez, assim como o próprio nome se remete, é um caso mais complexo e que é a combinação de todas as outras. É a que mais incomoda em relação a estética.

Assim, é causada pela soma de um ou mais causas, sendo as mais comuns a ingestão de álcool, tabagismo e más noites de sono.

Olheira sanguínea

Diferentemente da vascular, a olheira sanguínea é causada por um pigmento presente no sangue, a hemossiderina. Quanto a esse pigmento, considerando o seu trajeto pelos capilares (vasos sanguíneos miúdos), acaba por se depositar na pele.

Comumente, a olheira sanguínea é percebida por uma coloração arroxeada graças ao depósito de hemoglobina nos vasos sanguíneos. Entre as principais causas do problema estão problemas como rinite alérgica e desidratação.

Quando em contato com o sol, a substância acaba por oxidar, fazendo com que a região escureça. A situação pode ainda ser agravada por alergias e pelo hábito de coçar os olhos com muita força.

tratamentos para olheiras

Quais são os principais tratamentos para olheiras?

Antes de indicar o tratamento de olheiras, o profissional responsável irá fazer a avaliação do problema, para que assim possa indicar a melhor abordagem.

Conheça quais são as principais indicações:

Carboxiterapia

A carboxiterapia é o procedimento por trás das injeções de gás carbônico (CO2) sob as pálpebras inferiores. Por meio dessas injeções é possível perceber melhoras na circulação do sangue na região, além de aumentar a produção de colágeno para o rejuvenescimento da pele, e clarear a pele abaixo dos olhos.

É uma técnica segura e de resultados satisfatórios, sendo necessário por volta de 1 sessão por mês, de 2-3 meses para completar o tratamento. Normalmente, após a injeções há o aparecimento de um pequeno hematoma no local das injeções, contudo, é temporário e pode desaparecer com o tempo com a aplicação de compressas frias.

As sessões de carboxiterapia tendem a durar por volta de 10 minutos, podendo o procedimento ser associado com o de drenagem linfática para um efeito mais potencializado.

Luz pulsada

O procedimento de luz pulsada utiliza o feixe de luz para a redução de vasos sanguíneos responsáveis pela hiperpigmentação da área da região dos olhos. Geralmente, é a indicação para a ativação da circulação sanguínea. Também pode ter os seus resultados otimizados pela realização da drenagem linfática, removendo os líquidos acumulados no local.

Pelo calor passado pela luz, além do efeito clareador, também é possível observar o aumento da produção de colágeno. Dessa forma, além de suavizar as olheiras, há a melhora da aparência e do aspecto da pele. O aparelho utilizado é adaptado ao tipo de pele do paciente

Quanto aos efeitos colaterais da técnica pode-se citar o escurecimento da área dias depois da sessão, no entanto, com o tempo a região vai clareando. Normalmente, para que haja a correção de imperfeições da pele, são recomendadas de 4 a 6 sessões seriadas, feitas de 15 em 15 dias.

Laser

O laser também atua clareando as olheiras, viabilizando a contração da pele e combatendo a flacidez.

Por meio do uso do laser, é possível remover a pigmentação escura das olheiras, havendo por meio deste a modificação da derme por meio de novas fibras de colágeno e elastina. Assim, tal como as olheiras, o procedimento também é eficiente para a diminuição de rugas.

O tratamento de olheiras por laser é o mais indicado para olheiras genéticas, com cada sessão durando cerca de 20 minutos. Para que seja alcançado o efeito almejado, normalmente são necessárias 3 sessões.

Peelings

O procedimento de peeling possui uma série de vantagens para a estética facial, e além de tratar as olheiras, também é capaz de solucionar linhas de expressão, rugas, melasma e manchas.

Uma vez que a técnica é capaz de estimular a renovação celular, atua eliminando o pigmento concentrado e clareando as partes escuras.

Os peelings químicos são os mais indicados, os ácidos mais comuns de serem utilizados são o ácido retinóico e ácido glicólico. Isso graças ao efeito clareador e rejuvenescedor. Uma vez que é feito um peeling químico, a pele é esfoliada e renovada.

O procedimento pode atingir de forma superficial ou profunda, considerando as necessidades do caso. Para a solução do problema, podem ser feitas de 1 a 2 sessões por mês.

Preenchimento

O preenchimento de olheiras por ácido hialurônico também é uma das técnicas mais indicadas para solucionar, temporariamente, o problema. É uma técnica indicada para casos mais complexos em que as olheiras são profundas.

Além de amenizar o impacto da hiperpigmentação embaixo dos olhos, uma vez no local, o ácido hialurônico é capaz de dar mais volume e hidratar a região. Em seguida, com a ajuda de uma agulha pequena e fina, o profissional responsável (dermatologista) pela técnica deposita aos poucos a substância preenchedora na área a ser tratada.

O resultado do preenchimento das olheiras pode durar cerca de 2 anos, isso variando quanto ao paciente, o profissional escolhido e se os cuidados passados foram ou não aderidos. O paciente pode se submeter a manutenção do procedimento quando necessário.

Por fim, o preenchimento também pode ser feito utilizando plasma ou gordura, sendo a indicação para o tratamento de olheiras arroxeadas e profundas. Dessa forma, o profissional dermatologista pode repor a falta de volume com a própria gordura da pessoa, sendo necessária uma sessão por mês, ou fazer a substituição pela aplicação do plasma, que é rico em plaquetas.

Microagulhamento

O microagulhamento facial trata uma série de problemas, como cicatrizes de acne e manchas. Entre outros benefícios que podem ser percebidos estão uma pele mais clara, mais homogênea, mais harmoniosa e menos oleosa.

É uma técnica baseada na aplicação de agulhas com diâmetro e com o comprimento adequado para cada situação.

Utilizando o aparelho específico, chamado dermaroller, são perfuradas as camadas da pele para que seja estimulado a produção de colágeno da região, dando mais sustentação e mais firmeza à pele.

Quando associada a uma técnica de ‘’drug delivery’’, o profissional pode fazer a manipulação de ativos clareadores estéreis, que penetram nas brechas feitas pelas agulhas, enfim sendo capaz de suavizar as olheiras por meio de uma atuação profunda.

Tratamento para olheiras antes e depois

olheiras tratamento

Quanto o valor de um tratamento para olheiras?

O preço de um tratamento de olheiras é bastante variável, considerando as diferentes abordagens que podem ser feitas, o profissional e a clínica escolhida.

Aqui na Hamonir, você pode se ver livre das olheiras por um preço bem acessível e que cabe no seu bolso.

Peeling químico: em 12x de R$12,50 sem juros no Cartão.

Microagulhamento: a partir de 12x de R$24,17 sem juros no Cartão.

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *