tratamento das estrias

Tratamento das Estrias: conheça quais são os principais

As estrias são uns dos principais problemas que incomodam a aparência não só de mulheres, mas também dos homens.

Conheça aqui o que são, quais são as principais formas de tratamento das estrias e os seus benefícios a estética e a saúde:

O que são estrias?

As estrias são lesões cicatriciais (cicatrizes) resultantes do esticamento rápido da pele. Dessa forma, a sua formação ocorre quando a pele acaba por alongar além de sua capacidade, promovendo o rompimento das fibras da pele e comprometendo a estética corporal.

Por conseguinte, surgem por causa da degradação das fibras de colágeno e elastina na pele. Podem ser identificadas por linhas turvas na cor branca, roxa e vermelha.

Vale ressaltar que uma vez que o surgimento das estrias está associado ao rompimento de camadas de pele de certa região do corpo, iniciando um processo inflamatório, podendo o local assumir uma coloração avermelhada ou arroxeada em um primeiro momento. Isso devido a vascularização resultante do prejuízo causado ao tecido.

As estrias são mais comuns em mulheres, contudo, homens também podem sofrer com esse problema, principalmente em ombros, costas e braços. Às vezes, especialmente em caso de adolescentes, as estrias são formadas nas costas, envolvendo a coluna com as suas linhas horizontais claras características. Homens que adeptos ao fisiculturismo tendem a sofrer com estrias na região dos ombros.

Em mulheres, esse tipo de cicatriz pode se desenvolver em várias partes do corpo, como glúteos, barriga, atrás ou ao lado dos braços, seios e coxas.

Os procedimentos para estrias podem ser tratados por dermatologistas capacitados.

o que causa estrias

O que causa estrias?

As estrias podem ser causadas por uma diversas motivações, podendo ser:

  • Gestação – uma vez que o alongamento da pele é natural e ainda não se têm início da atuação da elastina, responsável pelo de relaxamento e flacidez;
  • Ganho de peso repentino;
  • Ganho súbito de massa muscular;
  • Estirão do crescimento em adolescentes;
  • Ingestão de corticoides – já que são capazes de reduzir a quantidade de colágeno que dá firmeza e sustentação à pele.

Em homens, entre as principais causas das estrias estão o uso exagerado de anabolizantes, rápido crescimento natural, prática excessiva de musculação e ganho de peso. Já em mulheres, as motivações ficam por conta da gravidez, crescimento abrupto, ganho de peso e da colocação de prótese de silicone.

Na gravidez, as estrias podem afetar especialmente os seios e abdômen.

Estrias brancas, vermelhas e roxas, quais as diferenças?

As estrias se diferenciam quanto a sua coloração, o que também determina o estágio e o tipo de tratamento ideal.

As estrias vermelhas possuem essa coloração por devido ao rompimento dos capilares sanguíneos e podem ser tratadas, considerando a sua boa capacidade de renovação é grande.

Já as estrias roxas não caracterizadas por estarem em sua fase intermediária, contudo, ainda são fáceis de serem tratadas.

Quanto às estrias brancas, já apresentam essa cor por já não receberem a devida irrigação sanguínea no local, assumindo-se assim como uma cicatriz na pele que possui uma capacidade de regeneração da pele bem menor. As cicatrizes esbranquiçadas, assim sendo, apresentam uma característica fibrosa e vascularizada.

As estrias brancas ou vermelhas são bem comuns, não sendo raros os casos de pessoas que tenham ambas em seu corpo. Por fim, as estrias se diferem entre si quanto ao tempo que estão localizadas na pele, sendo de grande importância o seu tratamento prévio. Quanto às estrias arroxeadas, também podem ser evitadas por meio de um tratamento estético específico.

Ainda sobre os tipos de estrias, também se diferenciam quanto a sua textura. Estrias mais altas, chamadas de hipertróficas, acabam por impactar mais a estética, já que ficam mais expostas. As estrias mais baixas, ou atróficas, em comparação à superfície da pele, criam uma depressão na região em que ocorreu o esticamento, mas possuem uma aparência semelhante.

Afinal, qual o melhor tratamento das estrias?

As estrias são vistas como um grande incômodo estético, logo, com o tempo surgiram vários tratamentos buscando solucioná-lo e reerguer a autoestima e a autoconfiança do paciente.

Nas clínicas de estética, o tratamento das estrias pode ser feito em diferentes abordagens. Para que haja a escolha do melhor tipo de tratamento para você, o ideal é que haja uma avaliação posterior com o esteticista ou dermatologista responsável, para que seja feito o alinhamento de expectativas, levando em conta as necessidades do caso.

Conheça aqui quais são os principais tratamentos para o aparecimento dessas linhas:

Estrias vermelhas

As estrias vermelhas são as novas e mais fáceis de solucionar. Logo, o seu tratamento é mais simplificado que os demais tipos de estrias, podendo não necessitar de nenhum procedimento estético para que haja a sua remoção da pele.

Para que haja a melhora estética, são orientados pequenos cuidados com a pele, como o uso de hidratantes, devendo a pessoa considerar o uso de cicatrizantes para um melhor resultado.

Vale ressaltar que é comum que o aparecimento das estrias avermelhadas podem estar acompanhados de sintomas como a coceira, devendo o paciente não coçar em meio ao tratamento para que não se agrave os sintomas.

Estrias roxas

O tratamento das estrias roxas também pode ser caseiro e não requer cuidados específicos para que haja um bom resultado.

Entre os cuidados que podem ser considerados para uma boa esfoliação estão o uso de buchinha vegetal ou cremes esfoliantes para que haja a fricção do local em meio ao banho, e assim, a melhora de seu aspecto. O recomendado é o uso de 3 a 5 minutos, por 2 vezes na semana.

Além disso, nesse estágio é importante que o dermatologista seja contatado para que seja feita a indicação de um bom creme específico. Com o creme, é orientada a massagem diária no local até que o produto seja totalmente absorvido para que assim se possa ter o desaparecimento das estrias. Após o tratamento, a pele deve continuar a ser hidratada para que se evite a formação de novas estrias.

Entre outras medidas para a amenização das estrias estão o uso do óleo de Rosa Mosqueta, que também ajuda na melhora de cicatrizes e no clareamento da pele. Uma vez na pele, o óleo é capaz de reforçar a produção de colágeno e elastina, proporcionando mais benefícios para a pele.

Mesmo com o desaparecimento das estrias, é importante que a hidratação da pele seja contínua para que se previna o aparecimento de novas cicatrizes.

Estrias brancas

Como dito, as estrias brancas são o último nível das estrias. Assim sendo, para a sua remoção já pode-se ser necessário cuidados maiores dos tidos em casa, sendo o indicado recorrer a algum procedimento estético para a remoção total das estrias.

Entre os principais procedimento para que haja a remoção estão:

Peeling com ácido retinóico

O peeling com ácido retinóico, pode ser feito pelo dermatologista ou fisioterapeuta, podendo trazer uma série de benefícios para a pele. O ácido retinóico, por sua vez, é uma substância derivada da vitamina A, que atua deixando a pele mais sensível, com risco de sintomas como vermelhidão e descamação, mas que também atua hidratando e amenizando a sua irritação, preservando as fibras.

Quanto a execução do peeling, um tratamento não invasivo que promove a renovação celular pela descamação da pele, o ácido é utilizado com uma quantidade mais elevada de ativos que estão associados a dermoabrasão, que acaba por estimular a produção de colágeno, fazendo com que a pele se uniformize e favorece a penetração dos ativos.

Laser de CO2

O laser de CO2 ou luz pulsada, é uma das principais abordagens tecnológicas utilizadas para o tratamento das estrias, atuando removendo por inteiro as estrias brancas, renovando a aparência e a estrutura da pele. É uma técnica eficiente para a produção de colágeno.

A luz pulsada irá atuar aquecendo a pele em pequenas frações, liberando calor pelo laser e melhorando o estímulo para a produção de colágeno, renovando o tecido prejudicado e estimulando a produção de colágeno e renovando.

Hoje em dia, existem lasers modernos de terceira geração, que são confortáveis e não causam queimaduras a pele.

Entre os demais benefícios da técnica estão o menor risco de infecção, aplicação mais rápida, a melhor recuperação da pele depois do procedimento, sendo um dos melhores tratamentos para estrias. Para a obtenção de um bom resultado são necessárias em média 4 a 6 sessões.

Microdermoabrasão

A microdermoabrasão é um tratamento que atua esfoliando a pele para estimular novas células de colágeno. O procedimento para a capa córnea e faz com que os ácidos penetrem a pele de forma mais eficaz.

O aparelho utilizado nesse procedimento realiza a remoção superficial das células mortas, estimulando assim a regeneração celular na região. Logo, essa abordagem atua removendo a “pele velha”, fazendo com que a “nova pele” seja estimulada, permitindo uma aparência mais jovem e saudável.

Entre os tipos de microdermoabrasão estão o peeling de cristal e o peeling de diamante. Para que haja o tratamento das estrias e a remoção da pele envelhecida são necessárias de 5 a 12 sessões.

Carboxiterapia

A carboxiterapia equivale a infusão de gás carbônico em várias camadas da pele para o tratamento das estrias. O procedimento é realizado com uma agulha e equipo, que é um tipo de mangueira que transfere o gás do colindro para a ponta da agulha.

Primeiramente, é importante que haja a avaliação de um profissional capacitado, para que sejam consideradas as particularidades do caso, alinhando as expectativas do paciente. Além disso, o especialista irá levar em consideração a quantidade de gás necessário para a realização do tratamento.

Na sessão, a agulha da carboxiterapia libera o gás carbônico no interior da cicatriz, podendo causar um leve incômodo na região. Por sua vez, o gás carbônico preenche e distende o tecido da cicatriz, promovendo a produção de colágeno no local.

Outra ação da técnica na pele é a melhora do fluxo da corrente sanguínea do local, permitindo que vasos sanguíneos se dilatem e estimulem a formação de novos vasos. Por fim, há o rompimento de fibroses do tecido subcutâneo que ajuda no combate não só das estrias brancas, mas também das vermelhas mais rapidamente. O número das sessões vai ser recomendado pelo especialista, assim como serão passadas as devidas recomendações, como a adoção de uma dieta alimentar saudável e de atividades físicas regulares.

Radiofrequência

A radiofrequência é um procedimento que utiliza correntes elétricas de alta frequência para a produção de novas células de colágeno, sendo uma das principais indicações para o tratamento de estrias. As correntes transmitidas pelo aparelho acabam por penetrar no tecido a ser tratado, promovendo uma leve fricção dos tecidos e causando a ascensão térmica da pele (temperatura tissular).

Quando o corpo do paciente identifica uma temperatura anormal, acaba por se iniciar o processo de vasodilatação capilar, havendo a melhora do trofismo tissular.

A técnica tende a durar por volta de 10 minutos, possuindo uma aplicação em 10×10 centímetros por uma temperatura superior a 38° graus, produzindo uma resposta inflamatória aceitável e equilibrada. Assim, se cria o estímulo necessário para que se estimule os fibroblastos. Os resultados almejados são adquiridos da 3 a 4 sessões;

tratamento das estrias

Quanto custa o tratamento das estrias?

O valor do tratamento das estrias vai variar de acordo com a abordagem a ser escolhida, quanto ao profissional, a clínica e a sua localização.

Peeling com ácido retinóico: em média de R$150 (cento e cinquenta reais) e R$300 (trezentos reais) em casos mais simples, podendo os mais complexos chegar até por volta de R$1500 (mil quinhentos reais).

Laser de CO2: considerando as 3 e 4 sessões necessárias, o valor é aproximado a R$2000 (dois mil reais).

Microdermoabrasão: cada sessão custa em média R$ 130 (cento e trita reais) a R$ 250 (duzentos e cinquenta reais).

Carboxiterapia: cada sessão custa entre R$ 80 (oitenta reais) e R$ 150 (cento e cinquenta reais) no rosto, e quando na face, entre R$ 100 (cento reais) e R$ 170 (cento e setenta reais).

Radiofrequência: cada sessão custa em média entre R$ 120 (cento e vinte reais) e R$ 350 (trezentos e cinquenta reais).

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *