Mulher de idade sorrindo realizada após peeling de fenol

Peeling de fenol: saiba se é o mais indicado para você!

Ouça este artigo
avaliação gratuita

O peeling de fenol é um procedimento conhecido por ser muito invasivo, mas que também é capaz de proporcionar benefícios significativos à estética facial.

Neste artigo, saiba tudo sobre o peeling de fenol e saiba se é a melhor opção para você:

Peeling de fenol, o que é?

O peeling de fenol, assim como os demais tipos de peeling, vem com a promessa de promover o rejuvenescimento e a uniformização da pele por meio da descamação da pele.

Considerando que o termo peeling vem da palavra em inglês, “to peel”, que significa escamação, esfoliação ou descamação, esse procedimento consegue promover os seus benefícios por meio da reposição das células mortas por novas.

Quanto ao peeling de fenol, possui uma metodologia mais invasiva, que faz com que seja uma alternativa muito indicada para pessoas que possuem como queixa principal o excesso de flacidez, sulcos, rugas e linhas de expressão.

No entanto, justamente por ser uma técnica mais agressiva, por atingir camadas mais profundas da pele, é importante se atentar quanto às suas indicações e contraindicações, para que não haja risco de complicações no futuro.

Vale considerar também a importância de recorrer a um profissional capacitado para a realização do peeling de fenol, evitando riscos iminentes à saúde. O peeling de fenol deve ser feito por um médico dermatologista ou cirurgião plástico capacitado.

Peeling de fenol antes e depois mostrando resultado de procedimento

avaliação gratuita

Quando o peeling de fenol é indicado?

Uma das primeiras informações a ser considerada por conta do peeling de fenol são suas indicações.

Logo, saiba se o procedimento pode ser o que você procura, conheça suas possíveis recomendações:

  • Cicatrizes de acne;
  • Rugas profundas;
  • Sulcos;
  • Fotoenvelhecimento;
  • Flacidez cutânea;
  • Linhas de expressão.

Contraindicações

Para evitar complicações após a realização do peeling de fenol, é importante saber e reconhecer as contraindicações do peeling de fenol. Conheça quais são:

  • Arritmias (casos de batimentos cardíacos irregulares);
  • Doenças renais ou hepáticas (doenças do fígado);
  • Doenças autoimunes (tal como lúpus, artrite e infecções de pele);
  • Diabetes;
  • Pessoas mais jovens – uma vez que não há uma real motivação, já que não passaram pelo envelhecimento da pele ainda;
  • Pessoas negras – já que com o procedimento estão suscetíveis a desenvolverem manchas.

Uma vez não respeitadas as indicações e contraindicações do peeling de fenol, o paciente fica suscetível a uma série de riscos à saúde, tais como a arritmia, uma vez que o fenol é cardiotóxico, podendo levar até mesmo a parada cardíaca. Pessoas que possuem alguma alteração nos rins podem ser suscetíveis a falência renal, que é caracterizada com a perda do funcionamento dos órgãos.

Também buscando prevenir possíveis transtornos, é importante que o paciente siga todas as orientações passadas pelo especialista, para que assim haja um pós-procedimento tranquilo e que todos os efeitos buscados sejam alcançados.

Como funciona o peeling de fenol?

Para atingir os seus benefícios, a técnica do peeling de fenol se baseia na aplicação da solução de fenol na pele, que acaba por danificar as camadas superficiais da pele por meio de uma queimadura química controlada e promovendo assim a renovação da pele e o estímulo da produção de colágeno, que promove todas as vantagens esperadas.

O peeling de fenol é caracterizado como sendo um peeling médio, atingindo camadas mais profundas dependendo da necessidade percebida pelo profissional.

O composto fenol (C6H5OH), como popularmente é chamado o ácido fênico ou ácido carbólico, uma vez em contato com a pele, acaba levando a quebra das proteínas da epiderme (camada mais superficial da pele), estimulando a coagulação e produção de colágeno.

A fórmula do ácido para a aplicação é feita na hora da sessão seguindo concentrações padronizadas. Para recebê-la, o paciente deverá estar sob anestesia local. O procedimento pode durar cerca de 4 horas, com o paciente sentindo desconforto imediato, que vai se amenizando com o tempo.

O profissional irá fazer as aplicações por áreas, respeitando um intervalo de 10 minutos entre cada uma delas para que o fenol faça efeito.

Em certos consultórios, é comum que seja utilizada a solução de fenol tamponado, que realiza uma penetração mais segura na pele e ainda ser capaz de promover resultados significativos.

Nesse tipo de peeling de fenol, não é necessário que o paciente passe por anestesia para receber o ácido, não sendo necessário ainda o tempo de internação, com a recuperação sendo feita totalmente em casa.

Atualmente, o peeling de fenol não é feito somente com fenol, mas também englobando o óleo de Cróton, que permite que a ação do peeling chegue de forma mais profunda à pele.

LEIA TAMBÉM: Peeling superficial: tipos, benefícios e curiosidades

Mulher paciente sendo submetida a tratamento com peeling de fenol

Quais os cuidados após o peeling de fenol?

Depois da realização do peeling de fenol, a queimadura leva a descamação, em um período que leva de duas a três semanas. Nesse tempo, a pessoa sentirá um incômodo intenso, uma vez que a pele fica muito ressecada e começa a repuxar e assim descamar.

Entre os principais cuidados orientados pelo profissional que se deve ter após o peeling de fenol estão:

  • Não se expor ao sol de forma alguma – evitando sol e ambientes que sejam muito quentes e abafados;
  • Fazer a medicação correta de analgésicos, tal como descrito na prescrição do especialista – normalmente sendo feito nos 2 primeiros dias;
  • Hidratação da pele – sendo indicada de 2 a 3 vezes por dia, especialmente por um período de 2 meses, no qual a pele está sensível e avermelhada;
  • Manter os cuidados quanto a limpeza e proteção solar da pele – é recomendado fazer o uso de um borrifador com água e produtos neutros, evitando que a pele seja prejudicada;
  • Mantenha o acompanhamento profissional necessário.

Por fim, o peeling de fenol também pode ser feito somente em regiões selecionadas do rosto, segundo as particularidades e queixas do caso, respeitando um tempo considerável entre aplicações. Também é possível alternar a intensidade do procedimento, o que varia dependendo da concentração das substâncias utilizadas. O procedimento pode custar de R$10 a R$30 mil reais.

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

avaliação gratuita

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *