o que é carboxiterapia

O que é carboxiterapia? Conheça o procedimento e seus benefícios!

Ouça este artigo
avaliação gratuita

Você alguma vez já deve ter procurado saber sobre algum procedimento estético, já que estão cada vez mais populares por conta da série de benefícios que são capazes de proporcionar.

Entre os tratamentos estéticos que estão recebendo atenção por conta de seus efeitos positivos na aparência está a carboxiterapia, que pode ser usada no tratamento de várias insatisfações, como flacidez, celulite, estrias, gordura localizada e olheiras.

Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre a carboxiterapia, como funciona, quais são as suas principais indicações, benefícios, cuidados e contraindicações:

O que é carboxiterapia?

A carboxiterapia é um tratamento estético não-cirúrgico e minimamente invasivo, em que é feita a infusão de CO2 (dióxido de carbono) na pele. Para isso, ele deverá se encontrar em estado gasoso e estéril, sendo incolor e inodoro.

Isso será feito com a intenção de promover a oxigenação do tecido subcutâneo, e assim, para que haja a renovação das fibras elásticas e assim da pele. Em efeito, há também a melhora da circulação celular. Assim, por meio do tratamento, é possível se beneficiar de uma pele mais firme, bonita, jovem e saudável.

É um tratamento seguro, feito por um aparelho específico e certificado pela ANVISA. Vale ressaltar que ainda, que se trata de um procedimento que está a muito tempo de mercado, e que foi aprimorado para uma melhor experiência e um resultado mais satisfatório ao paciente.

Buscando reforçar a segurança do procedimento, deve-se levar em conta que o gás carbônico é encontrado normalmente no organismo, que em repouso chega a produzir cerca de 200ml/min do metabólico, o que pode aumentar em até 10 vezes diante de esforços físicos intensos.

Para que seja capaz de proporcionar um resultado satisfatório livre de complicações, o procedimento deve ser feito por um profissional capacitado, seja ele um esteticista, fisioterapeuta, cosmetólogos e técnicos em estética especializados.

avaliação gratuita

Profissionais com pós-graduação em estética também são capazes de realizar o tratamento devidamente, como médicos, biomédicos, fisioterapeutas e farmacêuticos.

carboxiterapia

Como é feita a carboxiterapia?

A carboxiterapia, ao contrário do que se possa pensar, não se trata de um procedimento complexo.

Para a sua realização, é usado um equipamento associado a um cilindro de gás carbônico medicinal, ou anidro carbônico medicinal (CO2 puro). Esse equipamento realiza a regulagem da vazão do gás até a uma seringa com agulha que possua calibre mínimo.

A aplicação é feita sob camadas da pele, subdérmicas e intradérmicas, com a profundidade variando quanto ao objetivo por trás do tratamento.

Quanto às injeções, vale considerar os efeitos fisiológicos positivos na pele, são eles: estímulo aos fibroblastos, à produção de colágeno, controle de processos inflamatórios, rompimento de adipócitos, estímulo a lipase e produção de vasodilatação.

Além disso, pela carboxiterapia antes e depois é possível que a pele se beneficie por uma irrigação mais eficiente e por sua ação vasodilatadora, que acaba por diminuir a afinidade entre a hemoglobina e o oxigênio.

O tratamento normalmente causa apenas um desconforto tolerável, por conta da entrada do gás na pele, o que pode ser mais perceptível em pessoas mais sensíveis.

carboxi

Quais são as indicações da carboxiterapia?

Antes de se submeter ao procedimento, é importante considerar quais são as indicações e o que ele é capaz de proporcionar para que não haja desapontamentos quanto ao resultado final.

Para isso, o paciente deverá passar por uma avaliação prévia, em que o profissional responsável irá analisar a região a ser tratada, para que se possa considerar se há ou não a recomendação do procedimento.

Entre as principais indicações do procedimento, estão:

  • Aumento da produção de colágeno e elastina;
  • Redução de inchaços;
  • Melhora da sustentação da pele;
  • Melhor distribuição de líquidos no corpo;
  • Perda de gordura por conta da quebra dos adipócitos (células de gordura);
  • Melhora do fluxo sanguíneo;
  • Fortalecimento dos vasos sanguíneos;
  • Tratamento de alopecia (queda de cabelo);
  • Tratamento de rugas;
  • Tratamento de olheiras;
  • Amenização de cicatrizes;
  • Amenização de cicatrizes ou marcas de acne;
  • Suavização de varizes e microvarizes;
  • Aceleramento do metabolismo local;
  • Facilitação da cicatrização de feridas crônicas;
  • Combate a fibrose na pré e pós-lipoescultura;
  • Melhora da vascularização no pré e pós-operatório de cirurgias plásticas;
  • Rejuvenescimento da pele.

Tipos de caborxiterapia

Considerando as principais indicações da caborxiterapia, a técnica do procedimento acaba por mudar dependendo do objetivo principal que se busca:

Carboxiterapia para celulite

A celulite é um dos grandes desconfortos envolvendo a estética corporal e da pele.

Nesse contexto, a agulha é inserida entre a camada da pele e o acúmulo de gordura, promovendo assim a dilatação dos vasos da região e melhorando o fluxo sanguíneo. Dessa forma, ocorre o rompimento da fibrose (nódulos da celulite), possibilitando que a queima da gordura seja feita mais facilmente pelo aumento do metabolismo. Assim sendo, por meio da carboxiterapia é possível uniformizar a pele, eliminando as depressões que estão por trás da celulite.

Carboxiterapia para estrias

Para o tratamento de estrias, o gás carbônico é aplicado dentro da cicatriz, fazendo com que haja a expansão do tecido tratado, seguida do estímulo à produção de colágeno e elastina.

O bom resultado da carboxiterapia para estrias poderá ser percebido logo após a injeção, que é feita diretamente na estria, por toda a sua extensão.

 Carboxiterapia para flacidez

O aumento de flacidez é uma consequência natural do envelhecimento cutâneo, que é caracterizado pela diminuição da produção de colágeno e elastina com o tempo. Dessa forma, é possível perceber, normalmente após os 25 e 30 anos, o aparecimento de rugas e linhas de expressão, além de um aspecto mais caído da pele.

Com o tratamento da flacidez pela carboxiterapia o paciente se beneficia pelo aumento considerável do colágeno e fibras elásticas, e a promoção de regeneração celular, fazendo com que se perceba uma melhor sustentação da pele e assim sua aparência fique mais firme e saudável.

carboxiterapia para olheiras

Carboxiterapia para olheiras

As olheiras são um dos principais incômodos envolvendo a estética facial, já que normalmente os sulcos apresentam uma coloração muito escura em relação a face.

Por meio da carboxiterapia é possível que haja a melhora do aspecto da pele e inchaço pela melhora da circulação sanguínea e irrigação dos vasos, e assim, o fortalecimento e a produção de novos vasos sanguíneos e o clareamento da região. O clareamento da região e o tratamento da flacidez da região também estão associados a potencialização de colágeno e elastina.

Carboxiterapia para varizes

As varizes, as veias dilatadas e curvas que se desenvolvem sob a pele, também impactam de forma negativa na aparência e autoestima. São mais comuns nas pernas, coxas e pés.

Considerando que as varizes estão associadas a problemas de pressão, de má circulação ou ao fato de ficar muito tempo sentado ou em pé, é essencial recorrer a um profissional especialista para a avaliação e tratamento adequado.

Por meio da carboxiterapia, é possível suavizar a aparência dos vasinhos estourados, uma vez que pelo método há a dilatação dos vasos sanguíneos, tal como a melhora da circulação sanguínea e oxigenação da pele resultante.

carboxiterapia para gordura localizada

Carboxiterapia para gordura localizada

Em meio a tantas outras alternativas para a redução de medidas e para o tratamento de gordura local, a carboxiterapia também se mostra eficiente.

Para que possa ser adquirido esses benefícios, o gás carbônico injetado pelo procedimento entra em contato com as células de gordura, se alastrando e recorrendo aos glóbulos vermelhos, acabando por estabelecer contato com a hemoglobina.

É por meio da melhora da circulação sanguínea do local, que é possível facilitar a quebra das moléculas de gordura por meio da combustão com o oxigênio no sangue.

Por meio da combustão, é feita a queima e a eliminação natural da gordura pelo organismo.

Carboxiterapia para calvície

A carboxiterapia também é uma ótima opção para quem sofre com calvície, caracterizada pela falta, rarefação ou queda dos fios ou pelos (transitória ou definitiva). A calvície é um problema que pode afetar de forma local, regional ou total, o que faz com que ela seja capaz de comprometer a aparência significativamente.

Pelo tratamento, há a melhora da microcirculação local (neovascularização), eliminação das toxinas e aumento do fluxo sanguíneo no couro cabeludo, fazendo com que assim haja o crescimento de novos fios de cabelo.

Contraindicações

Assim como as indicações, é importante também considerar quais são as contraindicações do procedimento.

Entre elas estão:

  • Gestantes;
  • Flebite;
  • Epilepsia;
  • Gangrena;
  • Insuficiência renal e hepática;
  • Hipertensão descompensada;
  • Anemia;
  • Distúrbios de coagulação;
  • Lúpus;
  • Rosácea;
  • Problemas psicológicos;
  • Diabéticos;
  • Paciente imunodeprimidos;
  • Herpes ativa;
  • Obesidade;
  • Câncer;
  • Doença pulmonar;
  • Distúrbios hemorrágicos (hemofilia);
  • Distúrbios psicológicos;
  • PIC aumentada e DPOC agudizado;
  • Insuficiência respiratória (asma e bronquite), hepática, renal ou cardíaca grave.

Quanto tempo dura o procedimento?

A carboxiterapia não requer muito tempo para ser realizada, podendo ser finalizada com cerca de 20 minutos.

O intervalo e o número de sessões do tratamento irão depender da principal queixa a ser tratada, sendo que normalmente são indicadas cerca de 10 sessões, respeitando um intervalo de 7 sessões em caso do tratamento de calvície, estrias e olheiras, de 15 dias no caso de flacidez e de 2 a 3 dias em meio ao tratamento de gordura localizada e celulite.

carboxiterapia antes e depois

Carboxiterapia antes e depois

Os resultados adquiridos pela carboxiterapia tendem a variar quanto a região e o princípio por trás do tratamento, contudo, já na primeira sessão, já se é possível perceber os seus benefícios.

Buscando otimizar os seus resultados, o profissional pode associar o tratamento a outros procedimentos, como a drenagem linfática, ultrassom, radiofrequência, enzimas, criolipólise e massagem modeladora.

Quanto aos efeitos colaterais, pode-se perceber o aparecimento de um edema no local, mas que vai desaparecendo com o tempo. Diante de hematomas, o paciente deve evitar a exposição ao sol e não deixar de lado o uso de um filtro solar de no mínimo 30 FPS.

LEIA TAMBÉM: Carboxiterapia na barriga antes e depois: saiba tudo sobre

Carboxiterapia, quanto custa?

O preço da carboxiterapia é bastante variável, tendendo a alternar quanto o profissional responsável e a clínica escolhida. O investimento por sessão costuma ser a partir de R$ 150 (cento e cinquenta reais).

Aqui na Hamonir, você pode se beneficiar da carboxiterapia por um preço acessível e que cabe no seu bolso

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

avaliação gratuita

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *