lifting facial

Lifting facial: o que é, indicações e antes e depois

Lifting facial |  Com o passar do tempo, a pele passa por um processo de envelhecimento que afeta principalmente a sua sustentação.

Buscando reverter e controlar os sinais adquiridos com o tempo, muitas pessoas recorrem ao procedimento de lifting facial para terem como efeito uma pele mais jovem e saudável.

Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre o lifting facial, quem pode fazer, benefícios, contraindicações, cuidados e quanto custa:

O que é lifting facial?

A lifting facial, também chamada de ritidoplastia, é um tipo de cirurgia plástica que tem como principal objetivo o combate e o tratamento do envelhecimento do rosto, melhorando a estética facial.

Por meio do envelhecimento da pele, seus principais sintomas podem ser percebidos no rosto, comprometendo a aparência, e assim, a autoestima e autoconfiança. Por meio desse processo são percebidas consequências como a perda de volume e a flacidez muscular e da pele.

A cirurgia de lifting consiste justamente no levantamento dos tecidos, fazendo com que a pele ganhe mais firmeza, fique mais lisinha e livre de rugas e linhas de expressão. Além do rosto, a lifting facial também é a indicação para o tratamento desses sinais no pescoço, possibilitando o rejuvenescimento da pele na região

O indicado é que o cirurgião plástico seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – SBCP, em que os profissionais são capacitados para a realização do procedimento e lidar com suas complicações.

lifting facial

Quais são as indicações do lifting facial?

A técnica costuma a ser indicada para pessoas acima de 45 anos de idade, uma vez que já tendem a possuir um certo grau de envelhecimento das estruturas faciais.

Por ser uma abordagem cirúrgica, a lifting facial só poderá ser feita em último caso, já que atualmente existem vários procedimentos estéticos sem cortes e que podem proporcionar um efeito tão satisfatório quanto.

Contudo, o grande diferencial da cirurgia é justamente a duração do resultado, já que os procedimentos sem cortes tendem a ter efeitos temporários de duração mais curta.

Entre os principais objetivos que a lifting facial possui estão: pele flácida e caída sobre olhos, bochechas e pescoço, rosto muito fino e acúmulo de gordura no pescoço com pele caída, papada, rosto muito fino e acúmulo de gordura no pescoço com pele caída, papada e pele instável sob a mandíbula.

Dessa forma, a técnica é indicada para quem já está sofrendo com as consequências do envelhecimento, e que estejam buscando por um rosto mais jovem, e assim, pela melhora da autoestima e bem-estar.

É um procedimento individualizado, em que o profissional irá considerar as particularidades do indivíduo. Ainda sobre se tratar de procedimento cirúrgico, é importante que o paciente tenha uma expectativa realista quanto ao resultado.

Como é feita a lifting facial?

A abordagem feita por um cirurgião plástico pode ser feita utilizando diferentes métodos cirúrgicos. Dessa forma, cabe ao profissional escolher qual a melhor técnica para o paciente, considerando as particularidades do caso. Aqui também são levadas em conta as vantagens e desvantagens do tratamento.

O lifting facial consiste no descolamento da pele dos músculos até as demarcações feitas pelo profissional antes de ser iniciada a técnica. Em seguida, alguns pontos são feitos na musculatura, acabando com os sinais de flacidez da musculatura e da pele.

Por conseguinte, há o reposicionamento da pele, fazendo com que o seu excesso seja removido depois de ser feita uma leve tração.

Em alguns casos, em que a flacidez seja severa, para que haja a correção da musculatura do pescoço, a possibilidade de uma cicatriz abaixo do queixo pode existir. Diante do acúmulo de gordura na área da papada, o procedimento pode ser associado com o de lipoaspiração.

A cirurgia pode ser feita com a sedação do paciente por anestesia geral ou ainda pela ingestão de remédios que induzem o sono, fazendo com que o paciente não sinta qualquer dor ou desconforto durante a sessão do procedimento.

Independentemente do tipo de lifting facial a ser feito, a duração da cirurgia tende a alternar de 2 a 4 horas.

O lifting facial pode ter uma duração de 4 a 6 horas, sem contar a realização de possíveis procedimentos associados. Após a cirurgia, o paciente deve passar por um período médio de recuperação de 21 dias.

A internação pelo lifting facial pode durar de 12 a 24 horas.

Quais são os tipos de lifting facial?

Como dito, a lifting facial pode ser feita de diferentes formas, fazendo com que a indicação dependa do caso do paciente e da observação do cirurgião responsável. São tipos de lifting facial:

Mini lifting

O mini lifting ou lifting de pescoço é o método menos invasivo de lifting facial, uma vez que é feito um corte menor. É a indicação para pacientes que possuem poucos sinais de flacidez no rosto, uma vez que normalmente se concentram no terço médio (bochecha) e inferior da face (pescoço).

Durante a sessão, o profissional responsável fará a incisão na frente da orelha, realizando o contorno da região, terminando na nuca em conjunto ao couro cabeludo. Por meio desse corte é possível haver a correção da flacidez na pele do pescoço, acumulando gordura na papada e no queixo.

Lifting de terço superior da face

O lifting do terço superior da face é o método indicado para o tratamento de sinais do envelhecimento na testa e nas pálpebras, que normalmente são as reclamações mais comuns feitas pelos pacientes aos cirurgiões plásticos.

Esse tipo de lifting é um exemplo de incisão limitada e de menor proporção feita na região temporal, ao redor da orelha, sob o lábio superior e no interior das pálpebras inferiores.

Para a finalização do procedimento, o fechamento das incisões é feito por meio de adesivos feitos na pele e por meio de suturas. As cicatrizes do procedimento tendem a não ser perceptíveis, já que ficam localizadas no contorno natural das olheiras, face e sob o couro cabeludo.

Lifting tradicional ou clássico

É a abordagem feita em casos mais severos de envelhecimento e que costumam afetar todo o rosto.

Aqui, a abordagem feita pelo profissional é completa e mais complicada. Para que sejam obtidos os benefícios da técnica, o corte começa na região posterior da orelha direita, passando pela lateral do rosto, nas proximidades do couro cabeludo, finalizando na região posterior da orelha esquerda.

Para a finalização da técnica, toda a musculatura da face é alterada pela remoção do excesso de gordura da região, que ocorre antes do cirurgião fechar a incisão.

Quais são os benefícios do lifting facial?

Como já visto, o principal objetivo do lifting facial é o tratamento de sinais de envelhecimento do rosto e pescoço. Veja quais são os demais procedimentos que estão associados a técnica:

  • Diminuição e tratamento da flacidez;
  • Reposicionamento da musculatura;
  • Redução de rugas e linhas de expressão;
  • Rejuvenescimento da pele;
  • Melhora do tônus muscular;
  • Boa cicatrização;
  • Boa duração.

Dessa forma, a partir dos benefícios alcançados é possível se beneficiar de um rosto mais jovem, saudável, com uma pele mais lisinha e suave, livre dos sinais característicos do envelhecimento.

Os resultados do lifting facial podem ser totalmente perceptíveis depois de seis meses, contudo, o tempo vai depender das particularidades de cada organismo.

Para que as vantagens sejam mantidas por um maior tempo, é necessário que o paciente adquira os hábitos de cuidados diários com a pele, tal como o uso diário do protetor solar. Outros cuidados com a pele podem envolvem tratamentos estéticos como a aplicação de toxina botulínica (botox), preenchimento com ácido hialurônico e peelings.

Demais cuidados para a manutenção dos benefícios da técnica envolvem a adoção de bons hábitos como uma boa alimentação e não fumar.

Quais são as contraindicações da técnica?

Antes de se submeter a técnica, é importante considerar as contraindicações do procedimento, que poderão ser identificadas pelo profissional responsável em uma consulta feita previamente para a avaliação da condição do paciente.

Entre as contraindicações do procedimento estão:

  • Patologias cardíacas;
  • Fumante;
  • Hipertensão;
  • Diabetes mal controlados;
  • Uso de medicamentos e suplementos utilizados para afinar o sangue;
  • Uso de aspirina e anti-inflamatórios não esteróides;
  • Condição médica que comprometa a coagulação do sangue;
  • Pessoas com histórico recorrente de ganho e perda de peso.

Logo, essas condições médicas ou hábitos do dia-a-dia, podem acabar aumentando o risco de complicações. Esses fatores citados podem acabar por comprometer os resultados e trazer prejuízos para a realização do lifting facial. Por fim, o cirurgião plástico não irá recomendar o procedimento caso o paciente não esteja saudável.

Quais são as possíveis complicações?

Em circunstâncias normais, o lifting facial pode causar sintomas como a formação de edemas (inchaço), o aparecimento de manchas roxas na pele e de pequenos sangramentos. Entre demais sintomas do pós-operatório estão dores e acúmulo de líquido (seroma).

Os edemas e hematomas costumam desaparecer com o tempo, dentro das primeiras 3 semanas após a cirurgia, enquanto o sangramento ocorre nas primeiras 48 horas e deve ser drenado o quanto antes.

Contudo, diante de situações em que a técnica é feita em circunstâncias erradas, é possível perceber algumas complicações com o tempo, são elas:

  • Infecção;
  • Assimetria na face;
  • Cicatriz espessa, torta ou escura;
  • Abertura da cicatriz;
  • Endurecimento da região sob a pele;
  • Redução da sensibilidade da pele;
  • Paralisação do rosto;
  • Infecção local.

Diante dessas complicações o cirurgião deve ser imediatamente consultado para que a situação seja analisada e sejam feitos retoques na pele para a otimização do resultado.

Vale ressaltar que as cicatrizes deixadas pelo lifting facial variam quanto ao tipo de técnica utilizada, podendo ser percebidas alterações de cores com o tempo.

lifting facial antes e depois

Lifting facial antes e depois, quais são os cuidados necessários?

Para que o lifting facial seja feito em boas condições e possa ter seus benefícios mantidos, é necessário que sejam tomados alguns cuidados antes e depois da técnica.

Entre as medidas a serem consideradas antes da cirurgia estão:

  • Parar de fumar com boa antecedência a realização da cirurgia;
  • Evitar alimentos que possam causar alterações na coagulação – como aspirina, anti-inflamatórios e medicamentos naturais (ginko biloba);
  • Uso de novos remédios e ajustes de doses;
  • Realização de exames de laboratório ou passar por avaliações médicas.

Pela avaliação feita pelo cirurgião nas vésperas do procedimento, os exames as quais o paciente for encaminhado serão analisados, sendo feitas perguntas quanto às condições médicas passadas e atuais, e a respeito do histórico de tabagismo, uso de drogas e álcool.

Além disso, cabe ao paciente informar quanto às dosagens de medicamentos regulares, considerando que o cirurgião deve impedir o uso de qualquer remédio usado para diluir o sangue ou suplementar duas semanas antes da cirurgia.

Outros cuidados que podem ser passados ao paciente antes da realização da sessão, entre eles a lavagem de sabão e rosto com sabão germicida na manhã da cirurgia, e jejum durante as 8h antecedentes à operação.

Já no momento da internação, é importante ter um acompanhante, assim como no momento da alta. Quanto à finalização do procedimento, é colocada uma bandagem para a minimização do inchaço e hematomas.

Os demais cuidados envolvendo o período de cicatrização e recuperação serão passados pelo profissional e geralmente envolvem medicamentos que auxiliam na cicatrização e diminuem o risco de infecção.

Como é a recuperação?

A recuperação da lifting facial tende a ser lenta e causar certo desconforto em meio a primeira semana.

Entre os cuidados que podem ser passados pelo cirurgião plástico para uma melhor recuperação estão:

  • Fazer o uso de medicamentos para o controle da dor e desconforto – como dipirona de 8 em 8 horas;
  • Uso de compressas geladas por cerca de 2 minutos na primeira semana;
  • Dormir de barriga para cima – com a cabeça apoiada com 2 travesseiros na região das costas, com a cabeceira bem alta por um período de 1 semana;
  • Seguir corretamente a prescrição passada aos medicamentos;
  • Evitar exposição solar e usar protetor solar diariamente;
  • Não pintar cabelo por 30 dias depois do procedimento;
  • Não praticar exercícios por 30 dias após a realização da lifting facial;
  • Manter uma boa alimentação;
  • Manter-se bem hidratado;
  • Realização de uma drenagem linfática depois de 3 dias da cirurgia em dias alternados – com cerca de 10 sessões;
  • Evitar o uso de cosméticos na primeira semana após a cirurgia;
  • Uso de dermocosméticos somente após a liberação do cirurgião;
  • Manter os cuidados com a pele do rosto de acordo com as orientações dadas pelo cirurgião;
  • Recorrer às atividades laborais e/ou sociais depois de 15 dias da cirurgia ou após a liberação do médico cirurgião;
  • Não manusear as cicatrizes.

Os pontos feitos para com a finalização do procedimento podem ser removidos com cerca de 15 dias depois do processo cirúrgico.

Qual o preço do procedimento de lifting facial?

O valor do lifting facial é bastante variável, podendo alternar quanto ao tipo de abordagem feita no tratamento e quanto ao profissional e hospital escolhido. Os valores também podem se diferir quanto aos procedimentos associados.

Em média, o preço do processo cirúrgico com R$ 15.000 (quinze mil reais) a R$ 35.000 (trinta e cinco mil).

Efeito lifting e lifting facial, qual a diferença?

O efeito lifting é um tratamento cujo nome se origina do verbo em inglês lift (levantar), atuando assim com o levantamento da face e a sua melhor sustentação.

O lifting é muito utilizado não só em cirurgias faciais, mas também pode ser um benefício temporário proporcionado por grande parte dos procedimentos estéticos.

Entre os principais procedimentos que podem oferecer essa vantagem sem corte estão: harmonização facial, aplicação de fios de sustentação, preenchimento facial, jato de plasma e lipo de papada.

Logo, antes de se submeter a um procedimento cirúrgico é interessante passar pela avaliação por algum especialista responsável por esses procedimentos de uma clínica estética.

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *