drenagem linfática manual

Drenagem linfática manual: o que é e passo a passo

A drenagem linfática manual é um dos procedimentos mais indicados nas clínicas de estética, considerando todos os benefícios que ele é capaz de proporcionar.

Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre o procedimento, quais são as suas indicações, como funciona, benefícios, contraindicações e preço:

O que é drenagem linfática manual?

A drenagem linfática manual (DLM) é um procedimento feito por movimentos manuais feitos com o objetivo de eliminar o excesso de líquidos e toxinas. Com isso, pela drenagem é possível tratar a celulite, reduzir o inchaço corporal ou linfedema.

Por conta do desinchaço, a drenagem linfática é bastante indicada em pós-operatórios de cirurgias, principalmente cirurgias plásticas.

Muitas pessoas recorrem ao tratamento porque pensam que ele ajuda no emagrecimento, contudo, não é capaz de eliminar gordura. Contudo, a drenagem colabora na redução do volume, já que os líquidos causam o efeito de região “estufada”. 

Para que possa haver os seus benefícios, a drenagem linfática deve ser feita em direção aos gânglios linfáticos, fazendo movimentos com as mãos de leve pressão, evitando bloquear a circulação linfática.

Mesmo que não se trate de um procedimento complexo, é necessário que seja feito por profissionais capacitados, seja um fisioterapeuta ou massoterapeuta.

Drenagem linfática manual, como funciona?

Como visto, a drenagem linfática é um tipo de massagem que não tem o relaxamento como o seu objetivo principal.

Em geral, para que sejam percebidas as suas vantagens, é necessário que sejam feitos movimentos lentos, suaves e circulares, que atuam estimulando a circulação da linfa, fazendo com que ela corra melhor pelo organismo. Os movimentos são feitos em forma de deslizamento e bombeamento, possibilitando o efeito, sem trazer riscos a saúde.

Pelo sistema linfático, a linfa é transportada por todo o corpo, atuando como uma espécie de filtro, eliminando as impurezas. Além dos glóbulos brancos, o sistema linfático também colabora na defesa do organismo a agentes externos, como vírus e bactérias.

Contudo, em casos em que a linfa se acumula entre os tecidos, há a formação de edemas e a sensação de dores, que desaparecem pela ação da drenagem linfática.

A drenagem linfática, mesmo sendo uma técnica originalmente manual, com o avanço da tecnologia, já pode ser encontrada em clínicas de estética feita por aparelhos específicos, sendo usados considerando as particularidades do paciente.

drenagem linfática manual passo a passo

Drenagem linfática manual passo a passo

A drenagem, assim como demais procedimentos estéticos, deve seguir um passo a passo previsto em seu protocolo.

Veja o passo a passo que o terapeuta deve seguir para que a sessão seja feita corretamente:

1º passo: preparação

Antes de tudo, o profissional irá preparar o corpo do paciente por meio do esvaziamento dos gânglios linfáticos. Para isso será necessário realizar movimentos circulares no sentido horário para que em seguida a linfa possa ser drenada em sua direção.

2º passo: espalhamento do produto

Buscando facilitar os movimentos que virão a seguir, o profissional irá fazer previamente a passagem do dermocosmético de sua escolha e que melhor atenda as necessidades de seu cliente.

Os cremes vão facilitar o deslizamento das mãos do profissional e objetos utilizados, diminuindo o atrito nas regiões com pelos.

O indicado é escolher produtos que possuam em sua composição ativos que atuam na melhora da circulação, combatendo a celulite, tal como cafeína e extrato de planta carnívora.

3º passo: incitamento do sistema linfático

Já na sessão, o terapeuta começa com a realização de manobras que atuem estimulando o esvaziamento dos gânglios linfáticos, que estão localizados na região da virilha e na região acima da clavícula.

O estímulo dessas regiões deve ser feito de 1 a 3 vezes ao longo da sessão, antes das manobras, para que os resultados possam ser potencializados. Deverão ser feitos movimentos circulares sobre a região dos gânglios linfáticos ou realizando movimentos de bombeamento, por volta de 10 a 15 vezes.

4º passo: drenagem linfática facial

O procedimento de drenagem do rosto tem início na drenagem do pescoço, por meio de círculos com os dedos, que acabam por fazer pressão na região supraclavicular, devendo-se fazer círculos suaves sobre o músculo esternocleidomastóideo, que está localizado na lateral do pescoço e também na região nucal.

Por seguinte, se tem início a massagem da drenagem, com início ao redor da boca.

5º passo: drenagem linfática corporal

Depois do rosto, os movimentos da drenagem linfática seguiram pelo corpo, passando pelo braço, mão, dedos, tórax, mama, barriga, perna, pés, costas e nádegas.

A drenagem em cada região só irá terminar quando ocorrer o estímulo desejado.

Quais são os tipos de manobras utilizadas?

Uma vez que a drenagem linfática é um procedimento manual, as manobras são essenciais para o sucesso e para os seus resultados satisfatórios.

Entre as manobras mais utilizadas estão:

  • Pressão com a parte lateral da mão – posicionando a parte lateral da mão, do dedo mindinho e girando o punho até os demais dedos tocarem na pele;
  • Deslizamento ou bracelete – fechamento da não, pressionando o local por meio de um movimento de arrastamento de início nas proximidades dos gânglios;
  • Círculos com os dedos – movimentos circulares com os dedos pressionando levemente a pele, com exceção do polegar;
  • Pressão com o polegar – movimentos circulares concêntricos pressionando levemente a pele, sem friccionar a região.

beneficios da drenagem linfática manual

Benefícios da drenagem linfática manual

A drenagem linfática manual, como visto, pode proporcionar uma série de vantagens para o paciente, indo além da remoção do excesso de líquidos e toxinas no organismo.

Entre as principais benefícios da drenagem linfática:

  • Desinchaço do corpo;
  • Eliminação de toxinas e metabólitos;
  • Ajuda na perda de medidas;
  • Aumento da absorção de nutrientes pelo trato digestório;
  • Combate e prevenção da celulite;
  • Ajuda na recuperação de cirurgias plásticas;
  • Ajuda no processo de cicatrização de lesões;
  • Estimula o sistema imunológico;
  • Sensação de peso nas pernas;
  • Melhora do do transporte de linfa pelos vasos linfáticos;
  • Melhora da circulação sanguínea, linfática e venosa;
  • Melhor oxigenação do corpo;
  • Alívio na TPM.

Com isso, a drenagem pode ser indicada para diferentes tipos de pessoas, por diferentes tipos de objetivos e buscando sanar diferentes necessidades. Assim sendo, a prática pode atuar não só na estética, mas também na promoção de saúde e bem-estar.

Contraindicações

Mesmo sendo um tratamento seguro, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a drenagem linfática possui as suas contraindicações, são elas:

  • Flebites;
  • Infecções agudas;
  • Hipotensão arterial;
  • Trombose;
  • Tromboflebites;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Câncer diagnosticado em atividade;
  • Hipertireoidismo não tratado;
  • Asma brônquica grave e não tratada;
  • Bronquite asmática.

Drenagem linfática manual antes e depois

Drenagem linfática manual antes e depois, quais os cuidados?

Para que o procedimento adquira bons resultados e seja feito de forma tranquila, é necessário que o paciente siga as orientações passadas pelo profissional responsável.

É importante que a drenagem linfática esteja associada com hábitos saudáveis, contando com uma alimentação equilibrada, procurando diminuir a ingestão de sódio e reduzir a retenção de líquidos, prática de exercícios físicos regulares, já que aumentam a oxigenação corporal e boa ingestão de líquidos para manter o corpo bem hidratado e colaborar com a diminuição de sua retenção.

Gestantes, pessoas que sofreram lesões ou traumatismo ou concluíram um tratamento contra o câncer, podem se beneficiar do tratamento, o aliando com esses cuidados diários.

Após a sessão, o indicado é que o paciente persista deitado por um repouso de 5 a 10 minutos. Em casos como o de tratamento de linfedema, pode-se ser necessário utilizar meia ou manga elástica para evitar novamente o inchaço. O uso de um desses acessórios também deve ser feito diante da realização de atividades físicas intensas.

Quantas sessões são necessárias?

Os efeitos da DLM podem ser percebidos já na primeira sessão, como a diminuição do inchaço e o aumento da sensação de bem-estar.

Com a periodicidade das sessões, os benefícios são intensificados, sendo indicado iniciar o tratamento com 10 sessões, de 1 à 5 vezes por semana, aumentando o espaço entre elas com o tempo.

O número de sessões e a periodicidade deve ser definida pelo terapeuta com base na avaliação do caso.

Drenagem linfática manual, quanto custa?

O valor da drenagem linfática é bastante variável, tendendo a alternar quanto o profissional responsável e a clínica escolhida.

Aqui na Hamonir, você pode se beneficiar da drenagem linfática por um preço acessível e que cabe no seu bolso, sendo 12x de R$9,17 sem juros no Cartão.

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *