mulher mostrando sua barriga com diástase

Diástase: saiba o que é e como tratar!

Ouça este artigo
avaliação gratuita

A diástase geralmente ocorre durante a gravidez devido ao aumento da pressão no abdômen e ao estiramento do tecido conectivo.

No entanto, também pode ocorrer em homens e mulheres que não estão grávidas, devido a fatores como ganho de peso, fraqueza muscular ou exercícios abdominais realizados de maneira inadequada.

Abaixo, entenda mais sobre esse problema.

O que é diástase?

A diástase é uma condição caracterizada pela separação anormal dos músculos retos abdominais, que são os músculos na região frontal do abdômen. Essa separação ocorre ao longo da linha alba, que é uma banda de tecido conectivo que se estende verticalmente pelo meio do abdômen e conecta os músculos retos abdominais.

O que a diástase abdominal pode causar?

fotos de barriga com diástase

A diástase abdominal, por si só, pode causar uma série de desconfortos e sintomas, especialmente quando os músculos retos abdominais estão significativamente separados. Alguns dos efeitos e complicações associados à diástase abdominal incluem:

  1. Barriga protuberante:
    A separação dos músculos retos abdominais pode levar a uma protuberância ou abaulamento na região abdominal, especialmente durante certas atividades como se levantar da posição deitada.
  2. Fraqueza muscular:
    A diástase pode resultar em fraqueza muscular na região do abdômen, o que pode afetar a estabilidade e o suporte para a coluna vertebral.
  3. Dor nas costas:
    A fraqueza abdominal associada à diástase pode contribuir para dores nas costas, uma vez que a musculatura abdominal desempenha um papel importante na sustentação da coluna.
  4. Problemas posturais:
    A alteração na musculatura abdominal pode influenciar a postura, levando a problemas posturais que, por sua vez, podem contribuir para dores nas costas e desconforto.
  5. Comprometimento da função do core:
    O core é composto por músculos abdominais, lombares e pélvicos, e a diástase pode comprometer a função desse conjunto muscular, afetando a estabilidade e o equilíbrio.
  6. Incontinência urinária:
    Em alguns casos, a diástase pode estar associada a problemas de controle da bexiga, como incontinência urinária.
  7. Desconforto estético e emocional:
    A mudança na aparência da região abdominal pode causar desconforto estético e afetar a autoestima, especialmente em casos mais evidentes.
  8. Limitações nas atividades físicas:
    Pessoas com diástase podem sentir desconforto ao realizar atividades físicas intensas, especialmente aquelas que envolvem esforço abdominal.

Autoestima

mulher se olhando no espelho incomodada com sua barriga com diástase

A autoestima está intrinsecamente ligada à diástase abdominal, especialmente devido às mudanças na aparência física que podem ocorrer. A diástase muitas vezes resulta em uma protuberância abdominal que pode afetar a percepção que a pessoa tem de si mesma e sua satisfação com a imagem corporal. 

avaliação gratuita

Impacto estético

A presença de diástase abdominal pode levar a uma alteração significativa na aparência do abdômen, resultando em uma barriga protuberante. Isso pode afetar a percepção estética e a autoimagem da pessoa.

Desconforto emocional

Para muitas pessoas, a diástase pode causar desconforto emocional, levando a sentimentos de insatisfação com o corpo e, por vezes, afetando a autoestima.

Autoconfiança e bem-estar

A relação entre autoestima e diástase também pode influenciar a autoconfiança e o bem-estar geral. Sentir-se insatisfeito com a aparência física pode afetar a confiança em várias áreas da vida.

Pressões sociais e padrões de beleza

A sociedade muitas vezes estabelece padrões de beleza que podem contribuir para a pressão percebida em relação à aparência física. A diástase, ao impactar a estética abdominal, pode tornar algumas pessoas mais vulneráveis a essas pressões sociais.

Aceitação do corpo

Enfrentar a diástase e seus efeitos estéticos pode ser parte de um processo mais amplo de aceitação do corpo. Cultivar uma atitude positiva em relação ao próprio corpo e focar no bem-estar geral pode ser fundamental para melhorar a autoestima.

É importante abordar não apenas os aspectos estéticos, mas também o bem-estar emocional e físico ao lidar com a diástase abdominal. 

Sintomas de diástase

Os sintomas comuns da diástase incluem uma protuberância ou “barriga saliente” na região abdominal, especialmente ao se levantar ou realizar atividades físicas. Algumas pessoas podem experimentar fraqueza abdominal e dor lombar.

Causas

A diástase geralmente ocorre durante a gravidez devido ao aumento da pressão no abdômen e ao estiramento do tecido conectivo. 

No entanto, também pode ocorrer em homens e mulheres que não estão grávidas, devido a fatores como ganho de peso, fraqueza muscular ou exercícios abdominais realizados de maneira inadequada.

Esse problema também pode ocorrer devido a perda repentina de peso, falta de exercícios físicos e pouco fortalecimento na região do abdômen.

O que fazer para tratar a diástase? 

O tratamento da diástase pode envolver exercícios específicos para fortalecer os músculos abdominais, orientados por um fisioterapeuta especializado. No entanto existem alguns exercícios que contribuem para o tratamento. Confira abaixo o melhor exercício para fechar diástase.

  • A prancha lateral:

É um exercício que visa fortalecer os músculos oblíquos, localizados nas laterais do abdômen.
Para realizar a prancha lateral: Deite-se de lado no chão.
Apoie o peso do corpo no antebraço, mantendo o cotovelo alinhado com o ombro.
Levante o corpo, formando uma linha reta dos pés à cabeça.
Mantenha a posição por um tempo determinado, mantendo o abdômen contraído.

  • Abdominal Infra:

O abdominal infra, ou flexão de pernas, é um exercício que foca na parte inferior dos músculos retos do abdômen.
Para realizar o abdominal infra: Deite-se de costas no chão.
Levante as pernas em direção ao teto, mantendo-as estendidas. Contraia os músculos abdominais e levante os quadris do chão, levando os pés em direção ao teto. Baixe as pernas lentamente, mantendo o controle do movimento.

  • Abdominal Hipopressivo:

É uma técnica respiratória e postural que visa fortalecer a musculatura do core, incluindo os músculos abdominais.
Para realizar o abdominal hipopressivo: Fique em pé, com os joelhos levemente flexionados.
Expire completamente e, em seguida, faça uma pausa na expiração.
Realize uma leve sucção abdominal, contraindo os músculos do abdômen para dentro e para cima.
Mantenha essa contração enquanto mantém a respiração suspensa por alguns segundos.
Solte a sucção abdominal e respire normalmente.

É importante que qualquer pessoa que suspeite ter diástase consulte um profissional de saúde, como um fisioterapeuta ou médico, para uma avaliação adequada e orientação sobre o tratamento mais apropriado para sua situação. Exercícios inadequados podem piorar a condição, portanto, é fundamental receber orientação profissional.

Procedimentos estéticos para diástase

Abdominoplastia sendo realizada para minimizar a diástase

É importante notar que, geralmente, os procedimentos estéticos não são a primeira linha de tratamento para a diástase, e a abordagem principal envolve a terapia física e exercícios específicos para fortalecer a musculatura abdominal. No entanto, em alguns casos, procedimentos estéticos podem ser considerados para tratar os efeitos visuais da diástase. 

Cirurgia plástica abdominal (Abdominoplastia):

A abdominoplastia é um procedimento cirúrgico que visa remover o excesso de pele e gordura na região abdominal. Durante esse procedimento, o cirurgião pode também corrigir a diástase abdominal, realinhando os músculos retos do abdômen. A abdominoplastia é uma opção mais invasiva e é geralmente recomendada para casos mais graves.

Lipoaspiração:

A lipoaspiração é um procedimento que remove o excesso de gordura localizada. Embora não trate diretamente a diástase abdominal, em alguns casos, pode ser combinada com outros procedimentos para melhorar a estética geral da região abdominal.

Procedimentos de contorno corporal:

Procedimentos não invasivos, como tratamentos de contorno corporal, podem ser considerados para melhorar a aparência geral da região abdominal. Isso pode incluir procedimentos que visam reduzir a gordura localizada e melhorar a elasticidade da pele.

É fundamental destacar que qualquer procedimento estético deve ser discutido e planejado cuidadosamente com um profissional de saúde qualificado, como um cirurgião plástico. Além disso, é importante abordar a diástase abdominal de maneira holística, considerando não apenas os aspectos estéticos, mas também a funcionalidade e a saúde geral da musculatura abdominal.

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

avaliação gratuita

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *