bichectomia

Bichectomia: conheça os seus benefícios e quanto custa

A Bichectomia é um dos procedimentos estéticos mais realizados em clínicas. Isso graças ao seu forte impacto na aparência da face.

Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre a técnica, quais são os seus benefícios e quanto custa:

O que é Bichectomia?

A Bichectomia é o procedimento estético cirúrgico indicado para quem deseja um rosto mais fino e harmônico. Para conseguir esse efeito, a técnica se baseia na remoção da Bolsa ou Bola de Bichat de ambos os lados do rosto, dando um maior contorno à face.

As bolsas de bichat, por sua vez, são tecidos gordurosos localizados abaixo das maçãs do rosto.

A bola de bichat é a área que apresenta maior densidade e espessura na região da bochecha, e é justamente por essa característica que faz com que muitas pessoas se sintam envergonhadas por apresentarem uma “bochecha grande”. Logo, é buscando tirar o excesso de gordura da região que a bichectomia é indicada para fins estéticos.

A remoção destas bolas de gordura leva a mudança do rosto, fazendo com que o rosto fique mais fino e mais harmônico. Por meio dessa técnica, o paciente é capaz de renovar a autoestima e de restabelecer a sua autoconfiança pelos seus benefícios.

Quais são as indicações da Bichectomia?

As bochechas tendem a diminuir depois da infância, e com o passar do tempo, as bolas de bichat também vão perdendo a sua funcionalidade com o organismo. Nos bebês, essas bolas de gordura são essenciais para a sucção na amamentação.

Contudo, na vida adulta esse auxílio não é mais necessário, fazendo com que ela não seja utilizada como fonte de energia, não reduzindo por meio da prática de atividade física e por influência do emagrecimento.

É levando isso em consideração que a remoção desse tecido pode ser feita diante da indicação médica.

Dentre as principais indicações para a bichectomia estão o tecido excessivo das bochechas, que pode causar incômodo estético e por dores causadas por feridas na mastigação.

Por fim, os resultados que podem ser adquiridos com a bichectomia tendem a ser satisfatórios, mas os efeitos são diferentes e variam de acordo com a fisionomia de cada pessoa.

Uma pessoa de rosto mais volumoso tende a apresentar um resultado mais impactante, considerando a maior quantidade de gordura em excesso. Pessoas magras que possuem um rosto com aparência de sobrepeso também possuem um resultado mais impactante.

Quais são as contraindicações?

Uma vez que a bichectomia se trata de procedimento cirúrgico, não é uma técnica recomendada para todas as pessoas. Logo, antes de se submeter ao procedimento, o ideal é se atentar quanto às suas contraindicações, são elas:

  • Pessoas que possuem um rosto magro;
  • Pessoas que possuem problema de coração;
  • Pessoas com doenças renais e/ou hepáticas;
  • Grávidas;
  • Indivíduos que estejam passando por procedimentos de radioterapia e quimioterapia;
  • Menores de 18 anos – já que o rosto não se desenvolveu por completo.

Dessa forma, recorra a um profissional capacitado que pode fazer o procedimento com segurança. O procedimento pode ser feito tanto por um cirurgião plástico quanto por um cirurgião-dentista, esse último realizando a prática em consultório odontológico.

bichectomia antes e depois

Bichectomia antes e depois, quais são os benefícios?

A bichectomia como uma solução estética traz uma série de benefícios à face, tais como o seu afinamento, o maior contorno e maior harmonização facial.

É também por essa técnica que se é possível ter um rosto mais delineado, fazendo com que o rosto ganhe uma simetria de triângulo invertido, também chamado de triângulo da beleza, que é formado com base no terço médio da face e vértice para baixo.

É por meio da valorização da simetria de triângulo invertido da face que se é possível perceber uma face de aparência mais jovial e rígida.

A bichectomia, assim como outros procedimentos estéticos, também é capaz de criar a área de sombra responsável pela ilusão do triângulo da beleza.

Em casos específicos, o método pode precisar estar associado ao preenchimento da região malar e/ou do contorno mandibular para adquirir esse resultado.

Por fim, o resultado será satisfatório para quem busca um rosto mais fino e harmonioso. Os efeitos do procedimento podem ser percebidos em algumas semanas, mas o resultado final ficará evidente após 3 meses da técnica, uma vez que a face já terá se desinchado completamente.

Antes da realização da técnica, também é necessário ter em mente que o seu resultado não pode ser revertido, devendo haver sempre um alinhamento de expectativas antes entre o paciente e o profissional.

como é feita a Bichectomia

Como é feita a Bichectomia?

A bichectomia é feita em clínicas de estética ou em consultórios odontológicos, e mesmo sendo minimamente invasiva, se trata de uma técnica simples, rápida (de 30 minutos a 1 hora) e indolor, já que há a aplicação de uma anestesia local.

Após a aplicação anestésica, a remoção das glândulas de Bichat é feita por meio de um corte com cerca de 5 mm feito no interior da bochecha, uma vez que a mucosa bucal possui rápida cicatrização. É por meio desse corte que o excesso de gordura pode ser extraído.

A cirurgia é finalizada com a realização de uma sutura no local, finalizando assim o procedimento. Os pontos dados feitos na bochecha não precisam ser removidos, já que são absorvidos naturalmente por cerca pelo organismo, isso com cerca de 1 semana.

Vale ressaltar que muitas vezes a bichectomia está associada a procedimentos que promovam a sustentação da face, como a aplicação de fios de sustentação.

No entanto, é normal que o inchaço do rosto persista por mais tempo, considerando o processo inflamatório dos tecidos da face. O profissional pode recomendar alguns cuidados no pós-operatório, para que a face se recupere mais rápido, proporcionando uma visualização mais rápida do resultado.

Quais são os cuidados do pós-operatório?

Assim como qualquer outra cirurgia, a bichectomia, bichectomia masculina ou feminina, requer alguns cuidados para que a recuperação seja tranquila, prevenindo o aparecimento de complicações.

O processo de recuperação da cirurgia costuma durar 1 mês e pode ser marcado pelo desconforto. Para que haja a amenização das dores e do desconforto, o especialista pode prescrever medicamentos analgésicos, e ainda anti-inflamatórios para a redução do inchaço.

Entre outras medidas indicadas estão:

  • Aplicação de compressas geladas no rosto – de 3 a 4 vezes por dia durante 1 semana;
  • Evitar exposição ao sol e use protetor solar;
  • Evitar esforços físicos;
  • Evite falar;
  • Mantenha uma higiene bucal adequada é feita com cuidado;
  • Ingerir alimentos pastosos nos primeiros 10 dias – evitando a abertura do corte;
  • Optar por alimentos e líquidos gelados – já que ajudam a diminuir inflamação;
  • Dormir com a cabeceira da cama levantada – isso até que o inchaço desapareça.

Dessa forma, a recuperação é bem tranquila, devendo o paciente somente se atentar às orientações dadas antes ou após o procedimento.

O repouso deve ser mantido nos três dias primeiros dias e atividades físicas leves podem ser retomadas em duas semanas, sendo as mais intensas após o primeiro mês, seguindo as orientações médicas. A alimentação com alimentos sólidos pode ser retomada após o terceiro dia.

riscos da Bichectomia

Quais são os riscos da Bichectomia?

Quando feita em circunstâncias erradas, a bichectomia é capaz de trazer riscos à saúde bucal e geral. Por isso, é sempre bom se atentar quanto à qualificação do profissional que irá executar a cirurgia.

Entre os possíveis riscos que a realização da técnica de forma errada pode trazer estão:

  • Infecção – sendo recomendado o uso de antibióticos antes e depois da sessão;
  • Paralisia facial – pode ser temporária ou definitiva e ocorre em casos de cortes acidentais de algum nervo facial;
  • Redução da produção de saliva – comumente ocorre em cirurgias mais complicadas diante de lesões das glândulas salivares;
  • Cortes acidentais;
  • Problemas na cicatrização;
  • Assimetria facial – em casos em que não há o bom planejamento ou a execução correta do procedimento.

Além disso, pacientes que possuem sintomas de flacidez facial devem ser bem avaliados, uma vez que a redução do volume em um rosto sem sustentação e colágeno pode levar a um maior aspecto de envelhecimento.

Quanto custa a cirurgia de Bichectomia?

O valor da bichectomia é bastante variável, alternando quanto a localização, clínica e profissional.

Contudo, o procedimento tende a custar em média de R$1.500 (mil e quinhentos reais) a R$3.000 (três mil reais).

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *