bichectomia antes e depois

Bichectomia antes e depois: descubra seus benefícios

Você sabe quais são os benefícios trazidos pela bichectomia, ao procurar saber sobre bichectomia antes e depois?

A bichectomia é um procedimento estético invasivo que tem como objetivo remoldar a rosto pela remoção das famosas “bolas de bichat”, a gordura das bochechas.

Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre a bichectomia, quais são as suas indicações, como funciona, benefícios, cuidados, contraindicações e quanto custa:

Bichectomia, o que é?

Afinal, o que é bichectomia? A bichectomia é uma das principais cirurgias feitas envolvendo a estética facial. Como dito, sua realização é baseada na remoção das famosas bolsas ou bolas de bichat, sendo indicada para pessoas que se sentem incomodadas pelo excesso de volume das bochechas.

Normalmente, com o avanço da idade, o rosto tende a afinar. Caso isso não ocorra, a intervenção cirúrgica pela bichectomia pode ser uma alternativa.

Dessa forma, a bichectomia tem objetivo exclusivamente estético, atuando tratando o formato oval do rosto e modelando as bochechas de forma a estabelecer a harmonia facial. Em efeito, as bochechas ficam mais demarcadas, proporcionando uma aparência menos infantil.

Além da harmonização facial, a bichectomia também pode proporcionar a feminilização do rosto em mulheres, e ser a alternativa para a prevenção de mordidas da mucosa jugal.

O processo deve ser feito por um cirurgião plástico ou cirurgião-dentista em um consultório preparado.

o que é bichectomia

Como funciona a bichectomia?

Mesmo se tratando de um processo cirúrgico, a bichectomia não se trata de um procedimento complexo. Sua sessão pode ser concluída rapidamente e é feita sob a anestesia local, fazendo com que o paciente não sinta um forte desconforto.     

Para que haja a remoção das bolas de bichat, o profissional responsável irá fazer um pequeno corte, com cerca de 5 mm a 1 cm no interior de cada lado da bochecha, possibiitando que haja assim a remoção da gordura em excesso. Feito isso, o corte será fechado pela sutura, finalizando a cirurgia.

A bichectomia pode durar no máximo 40 minutos. Os pontos feitos no interior da bochecha são reabsorvidos naturalmente com cerca de mais ou menos 1 semana. É normal que o edema (inchaço) gerado pela cirurgia permaneça por alguns dias, de 7 a 15 dias, considerando a inflamação dos tecidos.

Contudo, seguindo as orientações passadas pelo especialista, é possível que o local se recupere mais rápido.

O resultado final do procedimento pode ser adquirido após 90 dias, por conta da cicatrização totalizada. Além disso, vale destacar que se trata de uma técnica definitiva, e não é possível que a pessoa “engorde” novamente nas bochechas. Por ser utilizada uma técnica simples, não requer a internação do paciente.

Na avaliação prévia a sessão, o profissional responsável irá considerar as condições físicas do paciente, que irão determinar se ele está ou não em condições favoráveis ao procedimento. Entre esses exames estão o de glicemia, o coagulograma e o hemograma completo.

A preparação do procedimento envolve um jejum de no mínimo 8 horas e evitar ingerir bebidas alcoólicas e refeições pesadas na véspera da cirurgia, e não tomar medicamento que contenha ácido acetil salicílico por pelo menos 10 dias antes da cirurgia.

Bichectomia antes e depois, quais são os benefícios?

A bichectomia é capaz de impactar significativamente a aparência do rosto, renovando assim a autoestima e autoconfiança.

Considerando a sua finalidade estética, o rosto fica mais fino e ganha um aspecto mais “sexy” e mais prepotente. Pelo procedimento, as bochechas ficam mais sinalizadas, sendo um ponto positivo para quem valoriza características esqueléticas.

Pessoas magras e que possuem bochechas rechonchudas podem se beneficiar ainda mais esteticamente por conta da harmonização da cabeça e o restante do corpo.

Já quanto à finalidade terapêutica, a bichectomia beneficia oferecendo uma melhor qualidade de vida e bem-estar, já que o excesso de gordura pode invadir o corredor bucal e motivar mordidas, e assim, lesões internas na boca, além de problemas funcionais.

bichectomia

Bichectomia antes e depois, quais os cuidados necessários?

Para o sucesso da bichectomia e para evitar o complicações, é necessário que o paciente considere quais são as medidas e os cuidados necessários a serem tomados, entre eles estão:

  • Evitar exposição ao sol – fazendo o uso de barreiras físicas e o uso regular do protetor solar;
  • Boa higienização da zona bucal;
  • Uso de compressas geladas nos primeiros 3 dias – para o mais rápido desinchaço;
  • Não ingerir comidas duras nas primeiras 48 horas – manter uma dieta composta por alimentos líquidos e pastosos por cerca de 10 dias;
  • Evitar banhos quentes e demorados nas primeiras 48 horas;
  • Não ingerir alimentos muito quentes por no mínimo 72 horas;
  • Evitar exposição solar em meio ao primeiro mês;
  • Uso de faixa compressiva para a redução de sintomas como inchaço e hematomas;
  • Atividades leves serão liberadas depois de 2 semanas, e exercícios intensos e academia em até 4 semanas de evolução;
  • Usar à cabeceira levantada para favorecer a drenagem da face e permanecer até ocorrer o desinchaço;
  • Em casos de dor, o especialista pode receitar medicamentos analgésicos comuns, tal como o paracetamol.

Vale considerar que o inchaço e os hematomas depois do procedimento tendem a desaparecer depois de 2 a 3 semanas, período necessário para que o rosto fique fino de novo e para que seja possível observar o resultado final adquirido pela técnica.

O modelamento completo da face ocorre depois de 6 meses da cirurgia, em que o paciente fica com bochechas bem marcadas.

Riscos e contraindicações

O pós-operatório da bichectomia tende a ser muito tranquilo.

Contudo, caso o procedimento seja feito por um profissional não qualificado e de forma incorreta. Nessas circunstâncias, entre os possíveis riscos estão o desequilíbrio facial, infecção, sangramento e lesão do ducto parotídeo (canal da saliva), causando a redução da produção de saliva.

Além disso, o corte acidental de algum nervo pode causar a paralisia facial temporária ou definitiva.

Considerando relatos, até mesmo de casos de sucesso, essa plástica pode causar dificuldade de fazer movimentos de sucção.

Também existem relatos que dizem que, mesmo em casos de sucesso, essa plástica ainda pode causar certa dificuldade de fazer movimentos de sucção.

Já quanto às contraindicações, pode-se destacar:

  • Gestantes;
  • Menores de idade;
  • Pessoas que já possuam um rosto magro;
  • Infecções locais ou sistêmicos;
  • Pacientes com alguma doença renal e/ou hepática;
  • Indivíduos cardiopatas;
  • Pessoas que estejam passando por radioterapia e quimioterapia;
  • Pessoas com deficiência de fatores de coagulação.

Quais são as alternativas para a cirurgia

Quais são as alternativas para a cirurgia?

Muitas pessoas temem a bichectomia por conta de seus possíveis riscos, por se tratar de um processo cirúrgico, ou por se enquadrar em alguma de suas contraindicações.

Diante de algum desses casos, o paciente pode recorrer a um processo estético minimamente invasivo, a radiofrequência.

A radiofrequência se baseia na utilização de temperatura para estimular o colágeno e a elastina no organismo. Para isso, é feito o uso de um aparelho específico que intensifica a temperatura da derme para cerca de 41ºC. À medida que aquecidas, as células de gordura vão sendo eliminadas pelo corpo, proporcionando um afinamento gradual.

Dessa forma, por meio da radiofrequência é possível ter um efeito lifting pelo aparelho, atuando assim no contorno das bochechas. Geralmente são indicadas de 4 a 8 sessões para um melhor resultado.

Quanto custa o procedimento?

O procedimento custa em média R$ 5.000 (cinco mil reais).

Caso a radiofrequência seja a melhor opção, vale considerar que o valor desse procedimento é bastante variável, já que irá considerar as necessidades do paciente, além do nível de sensibilidade da pele e do número de sessões que irão ser realizadas.

O preço também tende a se diversificar quanto a localização, profissional e clínica escolhida.

Logo, cada caso é um caso, mas o valor da sessão de radiofrequência alterna entre R$ 120,00 (cento e vinte reais) e R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais).

Aqui na Hamonir, você realiza o seu procedimento estético dos sonhos por um preço bem acessível!

Na clínica de estética Hamonir, você tem acesso ao melhor da Harmonização, Estética e Depilação por preços acessíveis e que cabem no seu bolso! A equipe da Hamonir é formada por profissionais capacitados e que estão determinados em aumentar a sua autoestima com fidelidade aos seus sonhos!

Agende já a sua Avaliação Gratuita e nós entraremos em contato com você!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *